???

sexta-feira, fevereiro 24, 2006

Lembram-se







daquele post em que eu, Felina, esperei pelo Felino, em lingerie, como meu Body novo?
Pois bem... então também se lembrarão que eu escrevi aqui que lhe mandei uma foto por MMS ainda estava ele no trabalho, não foi?


Então... aqui está ESSA foto!

Tirada com o body preto vestido, e, já agora, junto todas as fotos que tirei a mim mesma, nessa noite, antes de ele chegar a casa...

Assim podem verificar como é que ele me encontrou quando chegou...



Sim... sou eu mesma... A Felina, quase, nua...

Ainda vou pensar se colocarei aqui mais imagens minhas...

quarta-feira, fevereiro 22, 2006





Ontem à noite, depois de jantar, fui pôr a roupa a lavar na máquina.
Como aquela que tinha vestida também precisava de ir para lá, despi-me toda, coloquei a roupa na máquina, descalcei as botas pretas de salto agulha, tirei as meias também para lavar, voltei a calçar as botas e enrolei-me numa mantinha quentinha que uso habitualmente para me aconchegar no sofá a ver TV. Depois de programar a máquina, fui sentar-me ao lado do meu Felino, que se abraçou a mim, mas nem se apercebeu que eu, debaixo da mantinha, estava nua...
De repente, a mão dele desliza pela manta, pelo meu pescoço abaixo, em direcção à minha maminha esquerda... e encontrou-a ali, toda oferecida para ele... Olhou-me surpreso e eu levantei-me subitamente, abrindo a manta e mostrando-lhe a minha nudez, enquanto me ri, marota, provocando-o. Voltei a enrolar-me e a encostar-me a ele, enquanto víamos televisão (já nem me lembro o quê) e a mão dele continuava a brincar com as minhas mamocas, alternando entre elas. Entre apertos nos mamilos e apalpões completos... eu sentia-me muito excitada, mas deixei-me estar bem calminha a disfrutar do prazer de o sentir a tocar-me. Não lhe toquei, deixei que o momento se prolongasse...
De repente ele pergunta-me se me quero ir deitar... “Vamos!”- respondi eu.
Subimos para o nosso quarto e, enquanto me fui arranjar para me deitar, não tendo tirado as botas, por preguiça, encontrei-o na cama, todo coberto, mas tendo a possibilidade de antever o corpo dele, nu, debaixo do edredão... “Vai haver festa”- pensei para comigo...

Mal me aproximei da cama, ele destapou-se de imediato oferecendo-me um espectáculo maravilhoso do seu pénis duro, teso e louco, ali só para mim. O pau que eu tanto adoro chupar e lamber.... Atirei-me de imediato a ele, ajoelhada no chão e comecei a saboreá-lo, delicioso, enchendo-me a boca e lambuzando-me de tesão e prazer... Cobri-nos com a mantinha que antes me aquecia e ali ficamos os dois, naquele ambiente íntimo, partilhando os nossos corpos. Eu chupava-o, ele acariciava o meu rabo, as minha mamocas, as minhas costas...
Sentindo-me seduzida e desejada, subi para a cama e posicionei-me em cima dele, brincando para ele não me penetrar já de seguida. Brincamos um pouco, olhando-nos intensivamente nos olhos um do outro, e aí ele entrou em mim, devagarinho e com força, inundando-me de prazer.
Ficamos num sobe-desce delicioso, (agora vou-me deixar de falinhas mansas) com o caralho dele, duro, dentro de mim, fodendo-me com força e as mão dele a apertar-me as mamas e a boca dele a pedir um beijo, vários beijos e a minha língua sôfrega a passear na boca dele... Vim-me para ele, docemente, com paixão, sentido cada milímetro da minha rata a abarcá-lo... E desvaneci de prazer...
Com muitos beijinhos,o Felino pegou-me e voltou-me para si, por cima de mim, fazendo cuidado para as minhas botas não o magoarem e ali fiquei eu, toda aberta, com a rata louca a palpitar desejando que ele voltasse a foder-me, a fazer-me morrer de prazer, de me esfregar nele, de o envolver com as minhas pernas... de o sentir...
O maroto do Felino abusou de mim... fez-me gozar em várias posições e eu já não me lembrava de ter tantos orgasmos numa só noite, a minha coninha depilada, ali para ele, sensível ao seu toque e comigo excitada pela ousadia dele, pela iniciativa dele, a agarrar-me as pernas, levantadas, as botas no ar, ele a entrar e a sair de mim com movimentos certeiros, o meu clitóris ali arrebitado e desejoso para descarregar toda a minha tensão, foi divinal... só vos posso dizer que foi divinal.
Então com o Felino a olhar-me nos olhos, a lamber e mordiscar os meus mamilos, como sabe que eu gosto a tocar-me na ratinha e a excitar-me mais ainda, enquanto me penetrava com força, com desejo, eu explodi mais que uma vez. Creio que terei ficado roxa, com alguns dos meus orgasmos, tal o calor que sentia no corpo e na face. Os meus mamilos ficaram tesinhos, as mamas cheias, a ratinha mais escorregadia, e ele só me dizia: "és linda". Eu sentia-me nas nuvens, sentia-me planar, como se tivesse morrido e regressado à vida mais do que uma vez, consecutivamente. Ele aguentou-se firme, adivinhando de cada vez que um orgasmo se aproximava, lendo nas reacções do meu corpo e sussurrando-me: "Vem-te Amor... Vem-te mais uma vez, para mim..." As palavras dele, o carinho dele, faziam-me descontrair e, pouco depois, já a minha ratinha apertava o pau dele, que se veio, pouco depois, dentro de mim, ainda apanhando a fase final do meu último orgasmo, que foi arrasador, assim partilhado com ele, e o dele comigo!!!
Esta noite, meu Amor, fica também no registo das nossas melhores fodas! Que puta tesão que tu me dás, Felino! Amo-te mais e mais a cada dia e noite que passam!!!

terça-feira, fevereiro 21, 2006

Depiladinha


Na 5ª feira fui à esteticista. Além de sair de lá lisinha e depiladinha, saí também furiosa.
Eu até que não sou uma pessoa que fica com raiva dos outros, mas, desta vez, acho que ela ultrapassou os meus limites. Tenho a certeza que lhe dei confiança a mais e agora está visto...
Para além de me tentar impingir bikinis brasileiros, chinelos brasileiros, t-shirts brasileiras, vernizes brasileriros e um sem fim de tralhas que ela trouxe do Brasil neste mês que lá foi, ainda por cima se pôs a fazer comentários sobre a minha forma física e características pessoais...
Eu não tenho culpa que ela tenha regressado mais gorda do que foi (tem, pelo menos + 10 kg a mais...) e eu devo ter emagrecido uns 2 kg durante este período.
Então ela começa a dizer que eu sou uma sortuda e bábláblá, que nem celulite tenho (e eu a fazer figas contra o mau olhado), "ai que inveja" e não sei que mais... e conseguiu-me irritar tanto, que nem o habitual beijinho lhe dei quando saí.
Sabem aquela sensação de que alguém te está a elogiar mas no fundo não te deseja bem nenhum? Foi isso que senti... E logo da parte da pessoa a quem confio o "tratamento" da minha zona mais íntima...
Dentro de semanas creio que lá vou ter que fazer eu mesma o "trabalhinho" outra vez... ou então peço ajuda ao Felino... Humm... não me parece!!!
Lá terei que ir à invejosa!!!

...da-se!

quinta-feira, fevereiro 16, 2006

Ah, como é bom assim acordar...

Chegaste esta manhã a casa, depois de uma cansativa noite de trabalho e deitaste-te a meu lado, gelado pelo frio da noite... Eu encostei-me a ti, quentinha e cheia de Amor! Adoro aconchegar-te quando chegas, abraçar-te e aquecer-te nos meus braços, enrolar as minhas pernas nas tuas, esfregar os meus pés nos teus. Faço isso sempre que chegas de manhã, meu Amor. Com muito Amor!
Mas hoje, meu querido, tinhas uma surpresa para mim...
Senti algo duro a roçar as minhas nádegas e, ao contrário do resto do teu corpo, estava quentinho... Enquanto me davas beijinhos, nem queria acreditar!
Ah...que bela surpresa! Deslizei pelos lençóis abaixo e chupei-te todo, já estavas tão duro, que foi só prazer!
Quando subi para te beijar, puxaste-me para ti, querias encostar-te a mim, penetrar-me por detrás, na nossa tão querida posição de colher... mas eu ainda não estava molhadinha o suficiente. Tinha sido tão inesperada esta tua tesão matinal, que eu ainda não estava preparada.
Tu, sabiamente, deslizaste também sob os lençóis, dedicaste-te à minha ratinha, lambendo-a na perfeição, tocando certeiramente aonde sabes que me dá prazer e, não tardou muito, eu estava em ponto de rebuçado!!! Como me soube bem sentir a tua boca, a tua língua, os teus dedos, a percorrer o mais íntimo de mim.... (Amo-te!)
Quando me penetraste, estava deslizante e húmida, superexcitada e ansiosa para te sentir dentro de mim, quente e duro, dentro de mim...
E assim se começa uma manhã. Ai como é bom assim acordar...
E tu, meu querido, ficaste a descansar! O merecido descanso do Guerreiro...

terça-feira, fevereiro 14, 2006

Dia dos namorados...


... dos casados, dos enamorados, dos apaixonados, dos amantizados, etc...
Enfim, hoje é o dia Comercial daqueles que Amam outra pessoa.
Hoje eu não amo mais o Felino do que amarei amanhã, isto porque não é uma data que me faz amá-lo mais. Mal seria se a nossa relação precisasse desse tipo de estímulos.
O melhor estímulo que um Amor pode ter é o diálogo, por ser a ponte para atingir todos os objectivos comuns, Sem diálogo, sem boas e sinceras conversas em que cada um expõe ao outro o que pensa, o que sente, o que deseja, em tudo na vida, não se vai a lado nenhum. Porque ningúém é capaz de adivinhar o que vai na cabeça do outro.
Nestas´últimas semanas tem havido mais comunicação e diálogo entre nós e nota-se uma melhoria em tudo na nossa vida. O cansaço é o mesmo, o trabalho é o mesmo, os amigos os mesmos, a família e os filhos também, os problemas.... mas o nosso dia-a-dia está mais agradável... Sinto-me muito feliz!
Amo-te, Felino!
--------------
Desejo um excelente dia dos namorados a todos vocês. Celebrem-no HOJE e TODOS os outros dias!!!
Beijinhos!

palavras do Felino...

Antes de escrever estas palavras reflecti um pouco, para decidir se haveria, ou não, de quebrar uma promessa que fiz a mim mesmo de nunca "interferir" naquilo que é aqui escrito.

Desde que a Felina decidiu ter este blog e decidiu partilhar os seus pensamentos, sentimentos, alegrias, tristezas e, sobretudo, "experiências", que eu me quis pôr um pouco de lado.

Isto, por entender que este é um "mundo" dela, um cantinho que só a ela diz respeito; embora venha cá espreitar, jamais me intrometirei naquilo que é aqui escrito, mesmo na forma de comentário (este é uma excepção...). Este blog é o espelho fiel da Felina, Mulher, Mãe, Amante, Amiga, Companheira, genuína, sem preconceitos, sem falsos moralismos.

Obrigado a todos os que têm lido e apoiado a Felina neste blog. Obrigado pelos comentários picantes ;) e, mais importante, pela vossa Amizade e Carinho à Felina. Neste caso, e desculpem-me os outros pela excepção, queria mandar um abraço ao Zuko...

Agora, Tu, Felina, fica com estas palavras: AMO-TE! Como Mulher! Como Amiga! Como Companheira! Continua a ser o que és, verdadeira, sincera e sempre com uma pontinha de marotice... :)
Amo-te! Tal e qual tu és!

Beijões Fortes e Gordos do TEU Felino.

segunda-feira, fevereiro 13, 2006

Elas sobre eles

Há um programa assim chamado, na Sic Mulher, que me dá imensa vontade de rir. É divertido!
Em primeiro lugar, porque se juntam 4 mulheres a falar de um assunto qualquer, ou vários, e acabam as 4 a falar todas ao mesmo tempo, não se percebendo muito bem as ideias de nenhuma delas, nem havendo ali uma real estruturação de pensamentos e consequente exposição, de modo a que o telespectador possa discernir os reais temas em debate.
Ontem à noite, estávamos eu e o Felino, abraçadinhos no sofá, quando ele pára de repente neste programa e se começa a rir.
- Amor, a ver se me fazes de tradutora, pois isto é conversa de mulheres e eu não percebo nada...
Nem imaginam como me fez bem vê-lo assim interessado por uma discussão feminina, que, no caso, era sobre fantasias sexuais, entre outros assuntos.
Estavam então as 4 senhoras a discutir abertamente o assunto quando uma delas traz à baila o facto de se fantasiar com terceiros, enquanto fazemos amor com o nosso parceiro... Quando uma delas, Luísa Castel Branco, se mostra indignada por perspectivar que o seu marido, quando está com ela, se imagine, por ex. a comer a Angelina Jolie... "Nem pensar!"- Dizia ela!.No entanto, quando confrontada com as suas próprias fantasias, admitiu ela própria fantasiar, com pessoas com quem já esteve...
Ora bem... quanto a isto, e isto é apenas a minha opinião, é muito pior fantasiar com ex, do que com pessoas teoricamente inacessíveis, com quem podemos apenas sonhar.
Isto eu não comentei com o Felino, mas comentei algo mais importante... Enquanto ele se mantinha calado, porque ambos apreciamos a referida senhora, disse-lhe baixinho: "Amor, tem piada que eu não fantasio com outros. O que é mais normal é que eu fantasie que está connosco uma 3ª pessoa. E isso não significa que queira mesmo que isso aconteça. Mas imagino algumas vezes. Só que quando terminamos, também a fantasia se esvai..."
Ele olhou-me: "A sério?"
- "Sim, a sério!"
Beijamo-nos, sorrimos e acabamos de ver o programa que não levou a mais lado nenhum... Mas serviu para confirmar uma coisa muito importante: não há nada, mesmo nada, que seja tabu entre mim e o Felino. É bom saber que com ele posso partilhar tudo...
E constatei que algumas mulheres falam, falam... e não dizem nada!!!

A semana que passou foi absolutamente divinal. Não sei se foi da lua, mas aqui a Felina e o Felino, não perderam tempo!!!
Foda-se que este Homem é mesmo bom... Eu estou longe dele agora, mas, se fechar os olhos, consigo quase sentir o cheiro dele, imaginar o sabor da sua boca, a textura da pele, o calor do..., oups, engasguei-me :-), do pau dele, a firmeza das nádegas, as carícias dele no meu cabelo... Oh oh oh... é melhor abrir os olhos, senão esta Felina fica com as garras afiadas e os pêlos em pé!!!
Posso dizer que foi uma semana de lua de mel, mas, apesar de saber que gostariam de aqui ler detalhes, não o farei... Eu nem vi a lua, nem tivemos brincadeiras com mel, por isso, também não me alongarei muito mais...
O que vos posso dizer é que Amo e desejo o meu Felino de uam forma maravilhosa e completa. E, como bem sabem, não é só o meu coração que palpita por ele... a minha ratinha está, neste momento, ansiosa por ele... pois ela sabe que só ele tem a chave mágica que a leva ao paraíso!!!
Que nos leva ao paraíso!

sexta-feira, fevereiro 10, 2006

Felino:

Há quem considere que as palavras se banalizam, se gastam, que os gestos e os actos acabam por cansar... Mas eu orgulho-me muito de sempre que digo "Amo-te" o fazer com o coração, de o sentir mesmo, não se tratando apenas de uma palavra atirada ao ar, sem significado.
Porque eu Amo. Amo muito. Mesmo.
Quando abraço o meu Felino ou ele me abraça, sinto que o mundo é perfeito. Quando as nossas bocas se beijam, parece que o mundo parou...
Quando (já faltava esta...) ele me penetra, enquanto nos fundimos, corpo e espírito, gemendo baixinho no ouvido um do outro, sentido a nossa respiração ofegante, sei que o nosso Amor é o melhor. É nosso.
Posso dizer que me sinto realizada com o Homem que escolhi e me escolheu para acordarmos juntos todas as manhãs, para partilharmos as coisas boas e as coisas más. Para festejar vitórias e lamentar derrotas, sempre com garra para ultrapassar os obstáculos. Temos uma luta comum, acima de tudo, que é ajudarmos a construir no dia-a-dia a felicidade um do outro e da nossa famíla.
Os nossos filhos têm que ver amor entre nós, assim eles também viverão com Amor. Sentirão Amor e Amarão.
Posso mesmo dizer, com o coração aberto:

FELINO:

I'm back!

- Amor, decidi terminar com o blog... sei lá... acho que é tão unilateral, tu nunca comentas nada do que eu escrevo...
- Oh, fofinha... não tem nada a ver... é um espaço teu que eu adoro ler e acho que devias continuar.
- Mas, se calhar, dava-me mais prazer sentir que tu também intervinhas nele...
- Vá lá. Escreve. Continua a seres genuinamente tu, és livre e eu gosto de te ler.
- Mas nem um pouquinho, não queres postar também? Ou, pelo menos, comentar o que eu escrevo...
- Não, é melhor assim... eu leio-te sempre, mas gosto de me manter à parte... Escreve! Sê tu!
E pronto, foi mais ou menos este o diálogo que eu e o Felino tivemos que me fez voltar a postar. E também porque tinha muitas saudades vossas.
Confesso que estes dias de introspecção me fizeram bem, pois vi que a partilha pode ser feita de outra forma.
Adoraria que o meu Felino aqui interviesse, mas ele prefere apenas assistir... e eu, como não o posso obrigar, vou respeitá-lo, aliás, como sempre tenho feito!
I'M BACK!!!

domingo, fevereiro 05, 2006

PONTO... FINAL! ou vírgula, ainda não sei...

Não consigo mais escrever sobre o que sinto.
Falta-me o mais importante...
Vou fazer um período de introspecção e, talvez, um dia, volte aqui...
Por agora estou desolada!!!

Desculpem, mas a Felina está triste...

quinta-feira, fevereiro 02, 2006

Aqui está o Zé!!! (ou Peter)

Ah pois é... ESTE é exactamente o meu vibrador...
Já vos tinha falado dele AQUI e AQUI... Lembram-se?
Tenho-o desde 1998, pois foi-me oferecido pelas minhas colegas de faculdade. É muito real, mas, a mim, parece-me enorme e, talvez por isso, tenha tão pouca utilização. Os testículos são ocos, podendo ser enchidos para simular a ejaculação, tem um comando pequenino que proporciona uma vibração regulável, para estimular ainda mais.

(Foi muito pouco utilizado até hoje, nunca foi inserido nas brincadeiras a dois, mas agora, estou mesmo com vontade de o convidar para a nossa cama, Felino... que dizes? Tu nem sequer o viste ainda, meu gato... E está ali na gavetinha... na minha gavetinha dos adereços marotos... Ou já viste e nunca me disseste nada? Mas isso agora não interessa nada, nós logo à noite conversamos!!!)

No outro dia, como avancei já no pose de ontem, tirei-o da gaveta. O felino foi trabalhar à noite e eu estava muito tensa e não conseguia adormecer. Deslizei a minha mão para a tal gavetinha, tirei-o da bolsa que o protege e fui lavá-lo com água bem quente à casa de banho (para que ficasse limpo e para que aquecesse). Levei-o para a cama e aí constato que não tem pilhas... Ohhhh... que desilusão. E eu não me lembrava aonde tinha pilhas...


Mas... isso não foi problema para mim... não vibra, mas eu sei como pô-lo a funcionar manualmente. Peguei no gel Play da Durex e massajei-o, de forma a ficar bem deslizante e, fechando os olhos, deixei-o invadir-me muito devagar, devagar, até o sentir bem fundo. Comecei um suave movimento, a entrar e sair, enquanto o segurava com a mão esquerda e, com a direita, acariciava o meu botãozinho. Deixava-o tocar mais intensamente no meu Ponto G, voltava a enterrá-lo todo e eu a sentir que o orgasmo se aproximava muito depressa. O gel ajudou muito, pois quando senti que ia descarregar toda a tensão, comecei a mexê-lo com mais velocidade até à explosão final, um orgasmo violentíssimo que me deixou sem forças... a sério... retirei-o devagarinho e deixei-me ficar caída para o lado, totalmente relaxada... Praticamente não emiti nenhum som, pois não queria acordar os miúdos. Mas foi mesmo bom!!!
Quando me recompus, fui-me lavar, lavei-o a ele também, arrumei-o e voltei para a cama, não conseguindo adormecer, novamente.

Daí a pouco, surpreendentemente, o Felino chegou do trabalho, mais cedo do que eu esperava e, ao ver-me acordada e sorridente, perguntou o porquê daquele sorriso maroto... Eu só consegui responder “Hummm... nadaaa...” Ainda me senti tentada a contar-lhe, mas achei que não era o momento oportuno... Mas ele apercebeu-se de que ali havia coisa...
De qualquer forma, mal se encostou a mim, já deitado, uma nova onda de desejo me invadiu e fizemos amor docemente, na posição de colher, tão bom, enquanto eu ondulava as ancas e ele me penetrava fundo, e o sentia firmemente dentro de mim. Tivemos um bom orgasmo juntos, mas, quando ele se quis retirar eu senti que vinha ali mais um, aguentei-o dentro de mim e acariciei-me até explodir novamente....
Bem, só vos posso dizer que fiquei consoladinha... Que noite, meu deus! Que noite...
Matei "saudades" do Zé (que, na realidade se chama Peter... - se calhar vou chamá-lo sempre pelo seu nome original!!!) e fiz amor com o meu Felino que é um Homem sensacional e cada vez mais!!! E mais... E mais...

quarta-feira, fevereiro 01, 2006

Tirei o "Zé" da gaveta...

...e descobri que não tinha pilhas!

Foi anteontem, para aplacar o desejo e compensar a ausência do Felino que estava a trabalhar à noite!!!
Eu amanhã relato-vos o que aconteceu..

Aguardem-me!!!
Já se passou há algumas noites atrás, mas marcou-me tanto, que aqui a vossa gata, vai-vos descrever a melhor sessão de sexo anal que eu e o Felino já tivemos. (Opto por chamar de felino ao meu Homem, porque simplifica a coisa e ele é um GATO mesmo!!!)

Tudo começou durante a tarde, quando recebi um vídeo maroto, muito excitante, em que havia grandes planos de um casal a fazer amor, passando para um anal excelente e com muito carinho. Aquilo deixou-me em brasa, vocês nem imaginam... Mas, apesar de poder resolver o assunto aqui mesmo no WC, como já fiz e vocês bem sabem, resolvi acumular aquela tensão sexual tão boa, para a descarregar quando apanhasse o meu Felino a jeito. Para preparar o terreno, resolvi fazer-lhe um forward desse mesmo vídeo com a seguinte mensagem: “Isto põe-me louca, Amor... Ai se te apanho...”

E por aí ficou...

À noite, quando nos deitamos, estávamos os dois muito bem dispostos, eu tinha tomado um banhinho de imersão e sentia-me com a sexualidade à flor da pele, começamos a fazer amor e a libertar-nos cada vez mais, e, enquanto ele me penetrava vigorosamente, eu esfregava o meu clitóris o que me levou a ter um violento orgasmo e a ficar toooodaaa molhada. Ele aguentou-se firme, esfregando o pau na minha ratinha, muito duro e eu a imaginar que o que ele queria, era o que eu desejava!
Com ele ajoelhado e eu, de barriga para cima, com as pernas flectidas, fizemos “pontaria” para o meu rabinho, mas, como estava a custar e não queria magoar-me, abri a gavetinha, mesmo à mão e tirei lá o gel Play (de que já falamos aqui no blog) e lubrifiquei abundantemente o rabinho e a ratinha. Enquanto nos olhávamos nos olhos, ele penetrou-me muito devagar, a situação estava a deixar-me louca, já havia algum tempo que não o fazíamos e estava a saber-me tão bem, aquela resistência, mas a sensação de o sentir a invadir-me, enquanto me acariciava com as duas mãos, e a ele...
Naquela posição, ainda estava a ser melhor, sentia-o mais e podia olhá-lo e tocar-me ao mesmo tempo, enquanto nos amávamos mais e mais...Viemo-nos ao mesmo tempo, numa explosão de prazer sem igual, que me deixou sem forças, com um sorriso tonto na cara e, abraçadinhos, adormecemos...

Felina


Mudança de Nick

Decidi mudar o meu nick, optando assim, por uma identificação mais adequada àquilo que quero transmitir neste blog.
A partir de hoje, sou mais do que “Simplesmente... mulher!”, passando a ser “Felina”.
Aguardem os novos posts desta "gata"...
Beijinhos a todos!