???

sexta-feira, maio 11, 2007



O marido e a mulher estão deitados na cama.
Ela sente a mão dele a acariciar-lhe o ombro e pensa: "Ah, que booooom!"
A mão dele passa pelos seios dela...
Ela diz: "Que bom, querido, sabe-me tão bem!"
A mão dele passa por entre as coxas dela...
Ela: "Oh, amor, não pares!"
Mas ele pára.
Ela: "Por que paraste???"
Ele: "Já encontrei o comando da televisão..."
Alguma vez vos aconteceu isto, Ladies?
Vou falar de Homens que vivem a pensar no próprio umbigo.
Daqueles homens que não se apercebem que a mulher que lhes trata da casa, dos filhos, da roupa, lhes põe a comida na mesa e, ainda por cima, lhes dá prazer na cama (ou noutro sítio qualquer) à noite (ou a qualquer outra hora), também precisa que o seu marido lhe retribua de alguma forma, a dedicação!
Recebo tantos e-mails em que as mulheres se queixam da falta de amor e carinho dos seus homens que até me faz impressão. Eu tenho 5 caixas de correio electrónico ( fora o profissional que não uso para nada disto) e diariamente me escrevem para todas elas, pelo que me apercebo que há muitos homens que deliram com os videozinhos porno que recebem, babam-se todos e depois chegam a casa e a mulher é apenas um electrodoméstico que só está ali para sua comodidade. Devem ir com os corpinhos "perfeitos" que viram nesses videozinhos, em mente, e não dão o devido valor à verdadeira mulher, à mulher real que vale 1 milhão de vezes mais.
Também tenho aquelas pessoas que me escrevem a contar maravilhas dos seus relacionamentos e eu deliro com isso. Acho incrível esta fronteira que separa dois mundos distintos, mas que poderiam ser um só, bastaria para isso, haver um esforço um pouquinho maior de parte a parte.
Ora digam-me lá: custa muito reservar um tempinho só para os dois e mimarem-se mutuamente, beijarem-se profundamente, acariciarem-se intimamente e darem uma valente f*da, como deve ser?
Também há as mulheres que usam as mais diversas desculpas para não fazerem os maridos sentirem-se bem, eu sei. Mas, também aqui, um bocadinho de esforço não valeria a pena?
Que sensação melhor existe na vida do que a de um ( ou vários :-) ) orgasmo, seguido de um abraço terno, um olhar cúmplice e um sono reparador?
Sou eu que sou demasiado utópica ou a minha vida faz a diferença? Porque é possível comigo (e com muitos casais que conheço) e não é possível com muitos (tantos) outros casais?
Reparem bem: tenho dois filhos que devo cuidar e amar, preparar para levar à escola, ir buscar, fazer jantar, tratar de casa, roupa e afins (isto só falando do trabalho doméstico) e tenho um emprego absorvente ao qual me dedico com devoção, para além de um marido lindo que tento sempre satisfazer em todos os aspectos e ele mesmo trabalhando à noite e exausto como anda, ajuda-me no que pode. E eu não o descuro nada, pois ele merece tudo!
E não sou uma super-mulher! Nem sequer sou super-qualquer-coisa!
Mas para o sexo, meus/minhas amigos/as, estou sempre disponível. E ai do Felino se não cumpre comigo, que está o caldo entornado :-)
Por isso não há desculpas, bolas!
Esta noite, façam favor de deitar os filhos cedo, adormecê-los com carinho (para não voltarem a acordar) e toca a fazer o que os bichinhos gostam, está bem? Não há desculpas...
- Homens: valorizem as vossas mulheraças se querem continuar a merecer a sua dedicação! Amem-nas de corpo e alma!
- Mulheres: Valorizem-se a si mesmas e valorizem os vossos maridões!
FAÇAM AMOR!!!
Todos nós merecemos viver com prazer!!!

10 comentários:

marco disse...

adorei o desenho!!!

mel disse...

neste momento apetece-me bater-te palmas, tocaste no ponto certo pra tanta genteeeeeee............

pedro disse...

ola felina adorewi o teu blog
vou voltar.
visita o meu blog e ve se gostas

Teresa disse...

Perfeito!

Nao ha absolutamente mais nada acrescentar...=)

Espero que esteja tudo bem....

Beijnhos

luafeiticeira disse...

Estou contigo e como tu, sexo cá em casa não falta, como deves saber pelo meu blog lol
beijos enfeitiçados

Carlos disse...

Agora tocas-te na ferida...!
Eu...ainda acredito (infelizmente) que para muitas mulheres, principalmente aquelas que tem uma vida profissional activa, uma famila a seu cargo, uma casa para gerir....ainda que hoje em dia os maridos já ajudem muito nas tarefas domésticas...o sexo é uma "obrigação" e nunca uma forma de relaxamento e descompressão da violencia do dia-a-dia!

Ainda sinto que existem pessoas que tem que ser reeducadas em relação aos benefícios do sexo...!

Felina...obrigado pelos testemunhos e pela excelente contribuição que estás a dar à reeducação da sexualidade...!

Beijos do tollo

Anónimo disse...

Queria Amiga Felina,tambem sinto o memso k tu,as vezes dou poor mi a pensar se serei eu k simplifico demais ou se os demais e k andam por caminhos incertos onde nao ha prazer no dicionario.Apesar de nao ter ainda filhos,sou uma mulher multifacetada,cheia de trabalho e sempre arranjo na agenda tempo para saborar uns morangos a dois,para pequenos momentos de muito Amor e Prazer...Amem-se mais ...a voces próprios e aos outros


Felinos,o meu sincero beijo de muita Felicidade!!!!!!!!!!!

El Fogo

Isabel disse...

nem toda a gente, infelizmente, valoriza as mesmas coisas! Cabe a pessoas como tu (como nós, pq me identifico nas tuas palavras) marcar, de alguma maneira, a diferença! :)

Jaime Ribeiro disse...

Bem, eu não podia concordar mais.
Eu e a minha companheira trabalhamos os 2, não temos filhos mas temos uma vida complidada mas tudo se simplifica com muito muito mimo. Pode nao haver sexo todos os dias mas ha sempre muito, muito amor, muito carinho. Ha muita meiguice, muitas festinhas, muitas palavras de amor o tempo todo.
E se pensarmos bem, não custa nada que se ela cozinha, eu lavo a loiça. Se ela estende a roupa eu apanho. Se ela passa a ferro a roupa dela eu passo a minha. Vamos os dois juntos ás compras. Limpamos juntos a casa o que até dá azo a certas brincadeiras.. tudo para que ambos vamos juntos para a cama... para que o nosso tempo juntos seja tempo de qualidade...
Não sei explicar como fazemos...mas de certeza que o estamos a fazer bem porque somos muito felizes um com o outro.

Um beijo

"J"

eclipse com amor disse...

Eu acho que um dos grandes problemas da falta de valorização das mulheres por partes dos homens passa pela educação que cada um teve.
No meu caso eu tenho 3 irmãs,fui o mais pequeno durante 14 anos até vir o mais novo, e sempre convivi com várias mulheres, aprendi a respeita-las a admira-las e a ouvi-las. O meu pai sempre foi um bocado maxista do tipo a mulher tem que limpar, cozinhar e abrir as perninhas. Graças a deus que eu não saí a ele senão seria mais um desses que falas no teu post. Mas também acho k as pessoas têm k ter uma cabeça para pensar e olhinhos para ver que as mulheres de hoje são realmente super-mulheres pois são profissionais, mães, esposas, amantes e confidentes. Por tudo isso e muito mais merecem respeito ajuda e compreensão.

Bons Eclipses,
Sol