???

quarta-feira, abril 25, 2007


Há muitos blogs cujo tema central é o sexo. O meu não foi o primeiro e muitos mais surgiram depois dele. Também não foi o meu o primeiro a ser publicado em livro e, certamente, também não será o último.

O que é certamente diferente no meu é que, ao contrário da Sissi e "Cenas de gaja", da Maria (ou Andreia - verdadeiro nome) e "A tua Amiga", e da Bruna Surfistinha e "O doce veneno do Escorpião", é a foma como o sexo é encarado e relatado.

Há alguns anos que eu leio o Blog da Sissi e confesso que a forma libertina de ela encarar o sexo, me faz sorrir, porque sei que, na prática, as aventuras dela fá-la-ão feliz a ela, mas eu não o seria de igual forma, nas mesmas circunstâncias. Somos diferentes e pronto! Mas o facto de a Margarida Rebelo Pinto estar associada ao projecto dela enche-me de "senãos", de uma forma que não consigo explicar...

A Maria Porto (Andreia) desperta em mim um carinho muito grande pois é nova e está a arriscar imenso, pelo que torço o máximo por ela. E está a ter muito sucesso, milhões de vezes mais que eu que não dou a cara, porque quero salvaguardar a minha privacidade até ao fim. A escrita dela é muito mais crua que a minha, que é mais nua, mas há quem goste dos dois géneros. Há público e leitores para ambas. Os relatos dela são reais também, mas também reflectem uma realidade minoritária, não creio que as mulheres portuguesas se identifiquem tanto com ela, mas é incrível o humor, o sarcasmo e a ironia dos relatos de uma prostituta adolescente. Eu não me identifico com aquela vida nem a invejo, só espero que aquilo que ela está ganhar compense o que está a perder ( a filha e a família), porque há valores indispensáveis que nunca devem ser postos em causa.

Relativamente à Bruna Surfistina, eu já uma vez falei dela e não quero voltar a ser mal interpretada, aliás ela pediu ajuda para a escrita do livro, revelando cuidado e respeito pelos leitores, mas para relatos de experiências de prostitutas temos a Maria, bem Portuguesa. O blog e o livro da Bruna são interessantes para estabelecer uma comparação entre os países irmãos, Portugal e Brasil, embora eu não ache que as brasileiras são melhores do que nós. São é sexualmente mais reveladoras, pois assumem socialmente a sexualidade que as Portuguesas reprimem, embora não sejam necessariamente melhores. Eu, Felina, e a Leoa somos provas disso, ou não?

Aqui entro eu: mulher casada que não tenho pudores a falar e escrever sobre sexo, que tenho um blog lido diariamente por - em média- 1800 pessoas, não sendo um grande sucesso, mas que preencho um lugar que estava livre. Eu gosto de sexo, sei como fazê-lo bem e gosto de escrever sobre isso. E a Leoa ajuda!

Mas só com o meu marido pois temos uma vida maravilhosa, normal como todos os que nos lêem e não somos personagens de ficção. Temos empregos normalissimos, dois filhos e uma vida social absolutamente convencional. Quem me lê como Felina dificilmente me associaria à MULHER/MÃE/PROFISSIONAL exemplar que tento ser todos os dias. Mas sou eu. Integralmente! Para além de tudo o resto.

Sou apologista do casamento, de relações felizes que primam pelo respeito mútuo, mas não critico quem opta por vidas diferentes da minha. Simplesmente me identifico ou não.

O meu registo é diferente, o livro que está nas bancas é difícil de encontrar, tem que se perguntar por ele nas livrarias (FNAC, BERTRAND, Porto Editora, etc...), mas ainda há alguns exemplares. Nele encontram-se textos que não estão no blog, mas outros que eu ainda cá deixei por respeito aos/à meus/minhas fiéis leitores/as.




por Filinto Melo n' O Primeiro de Janeiro

27 comentários:

Red Tigra disse...

Cada vez te admiro mais como mulher. Gosto da tua forma de pensar, da relação que tens com o teu marido. Adoro o teu blog pois, ao contrário de muitos outros que já tenho visto, tu abordas as tuas aventuras de forma muito picante mas sem nunca perder a CLASSE. É essenciamente essa a diferença que noto entre ti e outras "blogueiras". E claro está que para se ser sensual tem que se ter classe a não ser que queiramos ser reles e ordinárias.
Parabéns e continua assim!
Bjinhos muito grandes!

Anónimo disse...

Por acaso não tinha visto este artigo no 1º de janeiro, mas desculpa felina, vocês não tem nada mesmo em comum. Fui ver o blog da Maria e ela só utiliza vernáculo e palavrões. Aquilo cansa. Da Sissi nem falo, porque já passou. Tu manténs-te sempre igual, pelo menos pareces-me mais consistente.
Já te escrevi tantas vezes e tu não respondes sempre, mas eu compreendo-te perfeitamente.
Tens a minha solidariedade de mulher/mãe e profissional.

Anónimo disse...

Gosto da Maria e gosto de ti. Diferentes mais iguais, ela é de muitos homens e tu és do teu. Loucas na cama, como os homens gostam. Mas tu ainda conjugas outras coisas boas. Vou comprar o teu livro, porque se tem coias que não estão aqui no blo, tenho que ver. Obrigada por seres a pioneira.
FM

ILIDIO GOMES disse...

Vim cá ter por causa do Blog do Markl e não me perdoo só agora te descobrir. Devo ter anadado a dormir.
Vou dar o teu link à minha mulher, eu gostava que fosse um pouquinho mais como tu. Vou continuar a ler-te.
O teu livro não estrá na Fnac, pelo menos procurei ontem e não encontrei. Logo vou com ela a ver se lho compro, também

Anónimo disse...

Olá Felina,
A unica semelhança que encontro nos blogs que falas, é o tema.
A tua forma de escrever não é vulgar, relatas a tua sexualidade com erotismo.
Em certos blogs onde se retiram textos para livros, e após publicação, só falam do livro.
Acho que já tiveram magia, perdem-na a partir desse momento.
Gosto mt de te ler, o meu marido tambem, e suspira coitado!! pois eu de felina nada tenho, Infelizmente para mim( e para ele).
Uma beijoca e continua.
Maria

Eclipse com Amor disse...

Classe; Mistério; Sensualidade e Amor.
Creio serem estes os ingredientes de sucesso e de diferença do teu blog.
Eu e o meu sol adoramos ler-te porque nos identificamos com muitos relatos, pela cumplicidade, pelo carinho e pelo Amor renovado.

Beijos:
Lua

Jaime Ribeiro disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Felina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
dmc disse...

FELINA: tu és um exemplo. Ainda não comprei o teu livro, mas faço questão de o comprar em breve. Mereces todo o reconheceminto que tens tido e, quanto aos ressabiados, ignora-os, são gentalha sem perspectivas de serm felizes.
Não pensas dar a cara e calar essa gentinha. Aposto que pouco perdias, pois mostras ser uma Mulher como há poucas!

PARABÉNS

bbastos20 disse...

Penso que todos compreendemos o Jaime. Não interessa se és homem ou mulher, a questão é que são pessoas com ideias deiferentes em relação ao amor. Estás apenas apaixonado e ainda por cima sentiste uma coisa que por algum motivo (talvez aquele orgulho másculo) nos afecta especialmente: a rejeição.
As pessoas são como são e como a Felina disse algures, temos que as aceitar como são, apenas nos identificamos com isso ou não. Aparentemente não te identificas com essa mulher, apesar de teres sentimentos fortes por ela... eu acho que em momentos destes temos que ser racionais. Se vires bem as coisas, vale a pena sofrer por alguém que não nos quer...?
Dizem que o tempo cura todas as feridas, eu pessoalmente acredito que temos sempre uma palavra a dizer. Por muito que gostemos de outras pessoas, gostamos sempre mais de nós! Um abraço!

Paginas da Vida.. disse...

Olá,sou o"pedaços de mim.."e por motivos pessoais,deixo-te o convite para acederes ao meu blog,pois por motivos pessoais,ele está restrito a algumas pessoas.Sendo assim agradeço o envio do email,para eu te poder enviar o convite de entrada,pra acederes ao meu blog.deixo-te o meu email: pedacosdemim_1973@hotmail.com .no teu email não te esqueças de mencionar o nome do teu blog.

B0mb0caa disse...

Eu gosto mt mais de ler o teu blog...e até já comprei o livro...há mt tempo mmo.
Certo dia, diz-me 1 amiga que a relação dela tava a perder a chama..e claro eu só lhe respondi: " Amanhã trago-te 1 livro (o teu), vais ver k te vai fazer bem...deixa-o à mostra e vais ver k até faz milagres..." ela n entendeu nada, chamou-me nomes pq pensava q eu tava a gozar...Hj agradece..e por falar nisso ainda nem me devolveu o livro...

Vesúvia disse...

olá Felina!
já passo por aqui há uns bons meses mas nunca "abri a boca"...
é hoje... vou-me pronunciar! lol
tenho que te dar os parabéns plo blog. gosto da maneira como falas da vossa vida sexual sem entrares na banalidade.
acabas por ensinar e esclarecer muitas coisas a quem te lê! uma mulher com M grande sem dúvida :)
beijo vesuviano

Anónimo disse...

Olá Felina
A minha opinião sobre o teu blog tu já sabes mas eu deixo-a na mesma aqui para que todos leiam, acho que o teu blog dá 1000 aos outros todos, como te disse cativa, excita, a tua escrita é sensual e fabulosa e prende o leitor.
Hoje como habitual vim dar a minha espreitadela e fiquei muito "tocada" com a história do Jaime Ribeiro e para ele deixo umas palavras: bem sei o que estás a sofrer eu sei mt bem o que estás a sentir acredita que sim, mas digo-te nada melhor do que o tempo para curar essa ferida que tanto magoa, pode demorar porque demora mas vais dar a volta por cima.BJS

BEIJOS PARA TI FELINA
BEIJOS DA DRAGONA

Felina disse...

A pedido do próprio, reproduzo aqui o conteúdo do seu comentário, mas elimino o link:

"Olá...
É a primeira vez que visito este blog e não sei porquê, senti um enorme impulso para comentar...nem sei bem o quê. A verdade é que ainda estou a recuperar de duas noites de amor tidas em Dezembro com uma colega de trabalho. Para mim foram noites de amor, para ela fui mais um na sua cama. Toda a gente me dizia que ela era uma pega mas eu achei que eu ia ser unico. Tive essa impressão quando na noite de 26 de Dezembro, quando estavamos a trocar caricias nus á lareira, ela me disse "estás a desembrulhar o teu presente de Natal".
As duas noites acabaram e eu nunca mais fui o mesmo. Nunca mais toquei ninguem da mesma forma, nunca mais desejei ninguem da mesma forma...nunca mais o meu coração vai bater por ninguem assim. Estou a morrer lentamente. E ela acabou com o namorado para ficar com outro que não eu.
Quando confidenciei com uma amiga em comum que estava programada uma noite com a outra rapariga ela só me disse:"meu querido, vai aproveita, diverte-te mas por favor, com todo o carinho que tenho por ti te peço, não te apaixones." Tarde demais. Já estava apaixonado desde há 5 meses atras desde que a vi pela primeira vez e decorei o seu olhar, os seus gestos, a sua maneira de andar e todas as suas roupas.
Agora Morri.
Desculpa...não faz sentido nada disto... não aqui. "

Um beijinho e que tudo continue a fazer sentido!!!
A tua identidade está preservada, J.

Felina disse...

Obrigada a todos/as que continuam a perceber que a essência deste blog é a mesma que nos move: o AMOR!

Por isso vou falar especialmente oa J.: FAZ SENTIDO! FAZ TODO O SENTIDO AQUI, A TUA MENSAGEM!
Vou-me debruçar sobre isso. Há uma terrível ideia generalizada de que os homens são uns FDP que fazem as mulheres sofrer, mas há mulheres por aí que destroem homens como tu... tens o meu carinho. Compreendo-te mais do que podes imaginar!

JPG disse...

Esse tal Filinto Melo, Jornalista do 1º de Janeiro nunca te deve ter lido, Felina.
Se o tivesse feito nunca falaria de ti com um desdém absurdo que só tem em relação a ti, quem não se dedica a ler nas entrelinhas.
Sim: tu escreves sobre sexo, mas faze-lo tão bem, tão descaradamente bem, que pões essas fulaninhas da Sissi e da Maria num chinelo. ÉS a Anaïs PORTUGUESA dos tempos modernos, mas sem seres fútil ou depravada. Se os textos que estão no teu livro publicado são só até Outubro do ano passado, não pensas em editar outro com os teus maravilhosos relatos desde então?
Tenho um amigo que trabalha numa editora conhecidissima, muito mais que a Magnólia e o JRS (desculpa mas podias ter ESCOLHIDO melhor... enfim, não se pode ser perfeito...) por isso se pondereres a questão, responde-me aqui em forma de comentário, que eu depois falo melhor contigo. Está descansada que eu assegurar-te-ia o anomimato também. Compreendo as tuas razões.

Pensa nisso e fica com um caloroso beijo, com todo o respeito e admiração.

JPG

"J" disse...

Ainda há pessoas que valem a pena.
Afinal tudo começa a fazer sentido...
Obrigado

Um Beijo

Pedro disse...

Beijinho míúda... Claro que te vou lendo!

Kiss,
Pedro

Red Tigra disse...

Mais um pseudo-moralista!

http://instantefatal.blogspot.com/2006/08/pecadoras-virtuais-contam-tudo.html

filinto disse...

Minha cara felina,
não estava a perceber o alcance deste post, ou melhor, deste post relacionado com o meu texto, até que "ess@ tal" JPG explicou, quer dizer, tentou. Escreveu umas coisas sobre o meu texto, como o "desdém absurdo"(!?) de que terei utilizado...
Confesso, continuo sem perceber o post, será que a Felina pensa o que está no comment? Os comentários não são moderados?

A coluna que escrevo no suplemento das Artes das Letras, O que cai da rede na cama de gato, para o jornal O Primeiro de Janeiro, visa a divulgação do que se passa na rede - preferencialmente relacionado com blogs. O texto em causa, como outros, tendo em conta os leitores específicos do suplemento, visa mostrar que a rede não é só pornografia barata e jogos idiotas, que tem outras coisas. Lamento que os seus leitores, que conseguem distinguir tão bem entre o sexo da Maria e o amor da Felina, não percebam que estava a escrever sobre livros a partir de blogs, de autores que começaram nos blogs, e de um nicho, não sejamos ingénuos, que é aproveitado pelas editoras.

Não sei se será um mal português, mas parece que para alguns ainda é pior divulgar do que esconder nos fundos de catálogo. Talvez o melhor fosse divulgar os eruditos, os mexias e os coutinhos, e deixar as marias e as felinas escondidinhas na sua perversão ou no seu "amor". Talvez, mas ai ficariam os banais a ditar as regras e voltaríamos às virtudes públicas e vícios privados. Aquilo que a blogosfera quebra.

Para outr@ anónim@,
red tigra,
conseguiu perceber que eu era falso -moralista naquele texto? Por favor diga-me onde, porque assim estou a errar e a enganar os meus leitores.

Esperando compreender,
com um abraço,
Filinto

Felina disse...

Filinto,

Claro que compreendo. Aliás, este meu post foi escrito tendo como ponto de partida o seu texto que não considerei, de todo, ofensivo, nem para comigo, nem para com as restantes visadas. Eu apenas escrevi este post com o intuito de marcar a minha posição porque acho mesmo que sou diferente, não quero ser "metida no mesmo saco" com elas, porque embora os nossos blogues sejam todos dedicados à escrita sobre sexo, eu tenho muito cuidado na abordagem que faço e nunca pretendo ir além disto. Esta sou eu. E gosto!!! Mas respeito-as a elas. São opções e só isso!!!

Pelo contrário, tenho que lhe agradecer o facto de ter escrito essa coluna, porque foi a alavanca que precisava para deixar isto bem claro, mais uma vez.

Um forte abraço, Filinto.

(Por acaso eu detesto pseudo-moralistas, mas não acho que o seu caso o seja. E quanto à Red-Tigra, eu compreendo o que ela quer dizer, não creio que o ache também, mas o artigo que ela ali coloca é-o de facto, e sobre isso não temos dúvidas, pois não?)

Beijinhos!!!

filinto disse...

Costumo dizer, e repito-o, que não é para agradecer, esta é também uma das minhas funções como jornalista, divulgar.

Aliás, a ideia da crónica nasceu um tempo antes, quando ouvi a entrevista de Jorge Reis-Sá, creio, ao Francisco José Viegas, em que ele teve de "defender" a edição do seu livro. E não gostei, ali sim, de um falso-moralismo dos editores e escritores. Claro que o tempo foi passando e a actualidade "puxou" para maior destaque os que entretanto foram publicados - com temáticas diferentes, não ponho isso em causa.

Não pretendia naquele texto analisar os conteúdos dos blogs ou dos livros porque não é esse, insisto, o sentido daquela coluna, é divulgar um mundo que, para a maioria dos leitores do jornal e do suplemento, é "estranho". Compreendo que a primeira parte possa dar a entender isso, mas é a forma como escrevo, que pretende ser descritiva (mas leve) e não analítica (nem da escrita, e muito menos dos actos descritos).

Espero que continue a ter estes leitores e defensores fiéis ;-), embora por vezes leiam demasiado depressa. Até ao próximo livro, ou para o que entretanto queira,
seu,
Filinto

(que formalismo... abraço blogosférico e até sempre)

Red Tigra disse...

Vê-se mesmo que é uma Mulher do Norte, "carago"!!!!

Bjinhos grandes para os Felinos!!!

...rrrinhau!....

Just Be Fair disse...

Parabens por este texto.

KALÍ disse...

Muito bem!
Está bem dito, só é pena não me visitares, eu que até sou grande fã teu!
Um Beijo

Anani disse...

É que as mulheres não têm mesmo nada a ver... Nem tu com a Sissi, nem a Sissi com as outras, nem tu com as outras. Se fosse para falar de "mulheres liberadas", em blogs tinha o jornalista muito que encontrar. Claro, nem todas publicaram livros, mas...
Enfim!