???

quinta-feira, março 15, 2007

OS ANJOS EXTERMINADORES


Confesso que estou louca para ver este filme. Pelas críticas que já li, tudo aponta para que seja um filme muito marcante, com um argumento que me seduz especialmente, sendo eu uma mulher extremamente sensível a tudo o que se relaciona com a sexualidade, o prazer e a luta contra tabus e preconceitos.
Mas o filme parece ser ainda mais do que isso: Magnífico, ridículo, complexo e pueril, tem deixado o público dividido entre o êxtase e a raiva.

Durante um casting para um filme policial-semierótico, François (Jean-Claude Brisseau) filma uma jovem que se masturba num quarto de hotel. Um anjo sopra aos ouvidos do cineasta que lhe segreda para escutar com atenção o que a jovem lhe transmitirá, pois torná-lo-á famoso! A jovem confessa ter sentido o seu primeiro orgasmo ao ser filmada por ele. François fica impressionado com a revelação e começa a interessar-se pela possibilidade de realizar de um filme que se concentre no prazer provocado pela transgressão e pela quebra de tabus. E é isso que faz. O resultado está agora nas salas de cinema, com o sugestivo título “Os anjos exterminadores”.

Creio que a receita é óptima, os ingredientes parecem ser de muito boa qualidade, por isso apetece-me provar.
Uma noite destas, no cinema, com o Felino, degustarei o prato principal. Vou sair de lá lambuzada, de certeza! É que isto de ver mulheres a masturbarem-se, acho que tira do sério qualquer um/a. Para além de que me suscita curiosidade observar a mestria deste homem capaz de despertar sentimentos tão contraditórios e fortes, como os que enunciei.

Agora uma curiosidade polémica: Jean-Claude Brisseau, o cineasta, realizador e protagonista deste filme, foi condenado pelos tribunais a um ano de prisão, acusado, por 4 actrizes deste filme, de abusos e assédio. Eu não sei onde acaba a realidade e começa a ficção e, pelos vistos, nem as próprias actrizes conseguiram.
No entanto, fica uma história cheia de tesão, e é em busca desse tesão que eu vou!!!
Oh, se vou!!!



"O que era mostrado – e a sinceridade e honestidade eram tão desconcertantes quanto o soco de um punho – era um ser maior que todos os heróis e mais lindo que os deuses: isto era um homem"
Jacques Serguine

6 comentários:

Bernardo Moura disse...

Parece um filme interessante!

Anónimo disse...

Obrigada pela sugestão Felina!Vou estar atenta!

Um bom filme concerteza para saborear a dois....beijos


El fOGO

PAULO KALI disse...

É a história tipica da vida do macho.
Elas são lindas de morrer ,ele quer papá-las como se não houvesse amanhã e depois elas não deixam e depois dá merda e depois ...ufff!!
Se dizes que é bom vou ver pois além de gostosa és uma mulher de bom gosto, já deu para topar há muito.
beijo

Anónimo disse...

Estou a ficar fã dos teus relatos. A maneira como são contados... parecem deuses perfeitos que conseguem sensações perfeitas cada vez que têm relações

Eclipse Com Amor disse...

Boas felina, já há muito que não vinha cá, mas posso constactar que continua tudo fantástico como sempre.
Obrigado pela tua sugestão para um momento de cultura, isto serve para calar algumas pessoas que pensam que só vês sexo á frente.
É bom saber que o vosso Amor ainda perdura :-)

Bons Eclipses,
Sol

sleeping angel disse...

bem isto cada dia que passa esta melhor abraços on sleeping