???

segunda-feira, fevereiro 05, 2007


Este texto enviei-o à Felina há uns meses atrás. Relatei-lhe o meu dia de anos e uma noite fantástica...


Meu aniversário! Tirei uma folguinha e fiquei todo o dia em casa com a minha cria. Com calma preparei um jantarinho para a família, com direito a sobremesa, bolo de aniversário e até pão de alho e salmão fumado para entrada… No copo: Casa Ferreirinha, reserva de 96. Nada como um bom vinho tinto do Douro! O meu Leão ofereceu-me uma saia lindíssima, que eu usei orgulhosa e vaidosamente ao jantar. Ofereceu-me também uma bonita camisa de noite, laranja claro, justinha, curtinha e transparente…
Ao princípio do dia contactei a minha esteticista, com o intuito de pedir uma depilação muito, muito completa. Contudo, ela não tinha horário para mim… Quando recebi aquela linda camisa de noite, decidi-me a fazer a dita depilação em casa à lá gillete. Claro que já me arrependi solenemente, pois estou a morrer de comichões! Mas o meu Leão ADOROU! E comprovou-me isso pelo tempo e modo como me lambeu… Mas, cada coisa por sua vez!
Depois de toda a gente ter ido embora, e de termos convencido a cria a dormir, pois estava excitadíssima, lá fomos nós para a caminha. Eu convencidíssima que seria eu a fazer surpresa ao Leão, com a minha nova depilação. Apresentei-me com a roupinha de noite que me havia dado que, por ser tão transparente, insinuou logo a minha ratinha nua. Choveram elogios e uaus… Afagos e meiguices… Mas rapidamente me pediu que me deitasse. Vendou-me com um dos meus lenços, felizmente com um dos mais suaves e comecei a ouvir uma gaveta a ser aberta… e uns ruidinhos que não consegui identificar. Uns leves chocalhos… Senti o colchão a mover-se com o peso do meu homem, e logo depois a sua respiração junto às minhas virilhas… Comecei imediatamente a ansiar o toque dos seus lábios e língua na minha coninha, mais limpa que nunca e esperava eu que também mais sensível ao seu toque. Não tardei a sentir o que desejava: a sua boca quente devorava a minha fruta! Estava a adorar aquela sensação de ser comida e saboreada, quando começo a sentir uma estranha vibração na entrada da minha ratinha. Não consegui conter um gritinho, seguido de algumas abafadas gargalhadas. Depois de me acalmar entreguei-me àquela nova sensação, que passava pelo meu clítoris, para o interior da minha coninha, que já escorria, e por fim para o meu rabinho, que graças àquela vibração, estava meio adormecido, ignorando qualquer dor… A vibração penetrou o meu rabinho e senti a minha rata a escorrer. Nem sei definir ao certo o que senti! A certa altura enfiei dois ou três dedos na minha rata e atingi um tipo de orgasmo diferente dos que habitualmente sinto… Perdi completamente controle da minha sensibilidade e entreguei-me àquela nova sensação. Nem consigo tentar adivinhar quanto tempo durou esta penetração. A vibração saiu do meu rabinho e senti outra coisa a roçar o meu sexo… Não consegui perceber o que me tocava. O meu Leão pressionou-a e senti-a entrar dentro de mim, com facilidade pois eu escorria. Supus que o Leão tivesse usado o gel. Senti outra coisa a roçar o meu exterior, a ser pressionada e a entrar. Preenchendo-me. A vibração voltou a roçar o meu rabinho e o meu clítoris… Senti-me enlouquecer! Que mistura de sensações tão novas! Senti os tais objectos, que já havia percebido serem redondos, a sair de dentro de mim. Apercebi-me de mais qualquer coisa a roçar-me o rabinho… Senti, o que me pareceu uma pequena bolinha, a penetrar-me por trás, enquanto a vibração me estimulava o clítoris e a entrada da rata. Não sei porquê, incomodou-me e pedi ao meu homem para parar… Ele retirou a bolinha e voltou a brincar com a vibração… A certa altura perguntei-lhe se podia retirar a venda. Estava morta de curiosidade para ver o que tinha estado dentro de mim de tantas maneiras. O que me havia causado tantas e tão estranhas sensações! Tendo recebido autorização, retirei dos olhos o lenço e olhei em redor para ver sobre a cama um vibrador anal, bolas vaginais (daquelas que têm uma bola dentro da bola) e bola anais. Foram as bolinhas anais que me incomodaram, porque o fio no final não estava bem remendado e magoava…
Pedi-lhe que me fodesse, com força porque estava cheia de tesão! Agarrou-me, beijou-me e afagou-me a pele e os cabelos. Deitada de barriga para cima, coloquei sobre os seus ombros os pés e ofereci-me àquele pau magnífico pertencente ao melhor amante do mundo! Fodeu-me com força. E rapidamente me senti inundar pelos seus sucos.
Ficamos na cama a conversar sobre as prendinhas que me havia dado e as sensações que me causaram. Rimos muito. E abraçados, depois de dizermos um ao outro o quanto nos amamos, adormecemos e dormimos divinalmente… Que bela prenda de anos me deu o meu Leão!!!

7 comentários:

Zé disse...

Como é bom celebrar...
Xi grande

katarina disse...

Mas que bela surpresa!!!Pode ser que o meu Fofuxo se inspire ao ler o teu post hehe :p

Beijinhos da Kat*

Nuno disse...

O leão é um sortudo do camandro, ou catano

lucia disse...

tudo é válido dentro de 4 paredes. é pena muitos casais terem tantos tabus... mas enfim... nao sabem o q perdem... continuem sempre a inovar e a criar novas sensaçoes... q sao essas pequenas grandes coisas q mantém a chama de uma relaçao acesa

bjnho

Anónimo disse...

e que belo texto aquele com que nos presenteaste!
A FELINA SABE O QUE FAZ AO CONVIDAR TÃO TESUDA AMIGA.
PARABÉNS ÀS DUAS

Anónimo disse...

porque me parece que a felina e a leoa sao a mesma pessoa? sera?

Ricardo disse...

Olha a katarina querer tirar proveito da situaçao :P ate parece que nao te faço supresas ai ai mas amanha ja vais ter uma ui ui :P

Beijo *