???

sexta-feira, dezembro 23, 2005

Tu na minha boca...

Obrigada, Amor, pelo almoço de hoje... Temos que repetir!
Compreendo agora porque sugeriste que fossemos almoçar a casa. Tinhas tudo em mente, não é verdade?
A mesa estava posta quando cheguei, almoçamos sem pressas e, "sem querer", tudo se proporcionou, não foi, meu maroto querido? Na sala, eu, virando-te o rabinho, esfreguei-me em ti, com fome (desde esta manhã que estava morta de desejo por ti) e, surpresa!, aceitaste a minha provocação e sugeriste (safado!): " O ideal seria se tivesses vestido uma saia..." Ora bem... Mas não é que tu tens razão? Deixa estar que vais-me ver de saia muito mais vezes, acredita!!!
Voltei-me e beijei-te sofregamente e tu sempre receptivo! Mas que bom! Acredita que foi MUITO bom sentir-te com vontade de mim... à hora do almoço...
Ajoelhei-me aos teus pés, desapertei-te as calças, tirei o teu pau duro e grande para fora, cheio de força e muito vermelho, a pedir carinho e eu... dei-lho... dei-lhe muitos beijinhos, lambidelas, engoli-o todo, senti a sua cabeça na minha língua, toda aquela carne boa na minha boca.. ai, como eu gosto de sentir o teu pau na minha boca, Amor! Nesses momentos, és todo meu!!!
Desapertas-te-me as calças e tiramo-las assim mesmo, deixando as minhas botas de salto agulha, de cano alto cor de rosa a fazerem de mim, assim, uma PINK girl... toda de cor de rosa: camisola, string e botas... senti-me sexy... muito sexy... Puxaste uma das nossas cadeiras novas, sentaste-te confortavelmente e eu sentei-me em cima de ti.... brincaste com o teu pau à entrada da minha ratinha marota, nua, depilada e a palpitar por ti... Entraste dentro de mim, devagarinho... os dois seguimos o espectáculo do nosso amor, do nosso tesão, com o olhar e olhávamo-nos nos olhos, de seguida... Ah... como eu te amo! Os nossos corpos dançaram ao som da nossa troca de prazer, a sentir cada um dos nossos movimentos e dos sentidos a despertar... Subiste-me a camisola e começaste a chupar os meus mamilos loucos de tesão... No momento em que me vim, mordeste-os com carinho e fizeste-me sentir ainda mais prazer... Ohhh... sim... acho que dei um grito que as vizinhas ouviram, quase de certeza, mas que se fodam... Ai que bom....Sem parar de nos fodermos, acalmei os sentidos e tu, continuando sentado, ajudaste-me a virar de costas para ti. Senti o teu prazer, Amor, oh se senti... e confirmei, mais uma vez, que adoro quando me penetras por trás... Agarraste as minhas nádegas com força, abriste-as para veres melhor o teu caralho a entrar em mim... imagino que te tenha apetecido entar no meu rabinho, mas não mo deste a entender... ter-to-ia permitido, se quizesses... continuei a cavalgar-te, as tuas mãos passearam pelo meu corpo que serpenteava à medida que a força de um outro orgasmo, se aproximava... subi e desci as minhas ancas com tesão, sem conseguir calar o prazer que me aflorava à pele e, desta vez, sentimos os dois a explosão... foda-se, foi tão bom... parece que ainda te sinto a palpitar dentro de mim, meu garanhão!!! És bom todos os dias, sabes?
Sujamos de esperma a cadeira nova, que foi hoje muito bem estreada e, no momento de nos recompormos, levei à minha boca gulosa o teu pau, ainda muito grande, todo coberto pelos nossos fluídos deliciosos e lambi o mais que pude, chupei-te o quanto me deixaste... hum... nós sabemos tão bem, não achas? Gostaste do beijo que te dei, depois?
Sabes que ainda tenho o teu sabor na minha boca?
Amo-te!
Feliz Natal!

4 comentários:

ParaMeuPrazer disse...

Pois....disseste: ratinha marota, nua, depilada e a palpitar...
E disseste: adoro quando me penetras por trás...
E disseste: levei a minha boca gulosa ao teu pau...
E disseste: foda-se, foi tão bom...
E agora diz o Viking: Cum Kuaralho, que punheta bati á conta deste texto...
Bom Natal do Viking.

ParaMeuPrazer disse...

P'la ausência, não me digas que ainda não paraste de chupar.. ;-O
Do Viking.

ZUKO disse...

Este é daqueles textos que não dá para comentar, de tão pessoal que é.

Só ler e sorrir

Um beijo para ti e um abraço para ele.

:-)

Felina disse...

PARAMEUPRAZER: Havias de ver o meu sorriso, neste momento, resultado das tuas palavras... humm... fico feliz por te provocar essa reacção... e... não...ainda não parei de chupar ;)

ZUKO: Pois é... foi tãooo booombásticooooo!!! ;=)

BeiJOS!