???

sábado, julho 21, 2007

Sinto-te a penetrar-me devagar (hoje estou especialmente apertada, apesar de bem lubrificada) com movimentos suaves para não me magoares, e aproximas a tua boca do meu ouvido. Beijas-me o lóbulo da orelha e sussurras-me:
- Deixa estar assim, Amor...

- Assim? Assim como, nino?

- Assim, quietinhos.

Os minutos que se seguem são de uma intensidade inigualável. A tua carne dentro da minha, a pulsar, intensificando o prazer que sinto só de o ter "lá", todo, completo, meu... Hummmm... SIIIM!

A média luz do nosso quarto permite-me ver-nos reflectidos no espelho e sinto como se o mundo e o tempo tivessem parado por instantes.

Os nossos corpos estão colados um ao outro com o teu abraço que me cobre o peito túrgido e excitado. Sinto-te realmente fundido em mim e estou quase a vir-me e nem sequer nos mexemos.

É desesperante sentir-te assim, mas não to digo, pois também quero saborear a intensidade da experiência e testar a nossa capacidade para nos aguentarmos.

O teu cheiro inebria-me.

O teu calor abrasa-me.

Os minutos passam e nós somos um só. Cada vez mais, um só!

Ui...

Venho-me sem querer e tu, apercebendo-te que me rendi, movimentas as ancas para permitir o vaivém dos nossos sexos e a troca de fluídos resultantes do nosso prazer.

Gemes fantasticamente no momento em que jorras dentro de mim e eu uno um novo orgasmo ao que acabara de ter, numa manifestação desesperada de sensações, que me deixou numa "petit-mort" avassaladora. Creio que nunca conseguirei descrever, com palavras, o abandono da alma que sinto neste instante. O meu espírito flui e eu sinto-me leve, solta, feliz.

Só os teus braços e o teu beijo me me fazem regressar à realidade do nosso quarto.

- Boa noite, Amor.

-Boa noite, dorme bem, meu querido!


E foi mesmo uma boa noite.

13 comentários:

Anónimo disse...

Tu dizes que não consegues expressar com palavras, e expressas como ninguém.
Felina, tu és uma Deusa.
O que me dói é que aposto que és a mulher real, com os seus defeitos, mas real e acessível que todo o homem sonha ter.
O MUNDO ESTÁ FARTO DE TAMANHA IDEALIZAÇÃO DE UMA BELEZA QUASE SURREAL, SÓ POSSÍVEL, COM MUITA FANTASIA E ARTIFICIALIDADE.
Vivam as mulheres que, como tu, , conseguem ser tão fantásticas e não ter pudores em fazerem felizes os homens a seu lado.

Um beijo sentido deste teu admirador.

(Eu conheço-te, mas jamais te direi que sei quem tu és!)

BEIJO

NT disse...

Até fiquei encharcada.
Agora estais numa de sexo tântrico, é?

Leoa disse...

Aguardava há dias este relato... E valeu a pena a espera!
Sois fantásticos! Amo-vos!

Fofinha disse...

Simplemente Lindo... mais palavras para quê?? Expressas-te como ninguém.
Adoro-te

Ontem usei uma camisa cinza transparente (Oferta tua) e continuo a fazer sucesso.

A minha noite tambem foi magnifica.

Beijos aos dois.

ratinhassanhada disse...

cara felina,
existem inumeros blogs que se dedicam ao sexo, a descrevê-lo, a idealizá-lo, a mostrar como saboreá-lo... mas volto sempre aqui para os teus posts, para me saber como se descreve o amor durante o sexo. Aproveito e reconheço o meu próprio sexo durante o amor!
Obrigada por me fazeres sentir acompanhada no erotismo que há nas meias palavras, no que fica por dizer, entregue à imaginação de quem lê!

Anónimo disse...

É a primeira vez q aqui comento mas este momento é de uma intensidade brutal.
Bem hajam

Francisco del Mundo disse...

Eu acho que descreves muito bem...;) Fiz um texto assim no meu canto. Uma estreia neste tipo de escrita... Dá um salto ao meu Diario...
Beijo

PM disse...

Ok, de facto desta vez surpreendeste-me. Texto muito bonito e muito bem escrito.

EXCITAÇÕES disse...

"petit-mort" é um termo lindo para aquele estado em que o nada nos preenche com a ausência de tudo...

bjs

A.S. disse...

Cada palavra deslizou pelo meu corpo com a suavidade de uma caricia...

Beijo___teeeee

® Jasmin disse...

Felina, querida, essa é uma forma recorrente de eu atingir o orgasmo, principalmente quando estou eu por cima, altura em que o controlo completamente! :D
Aquela sensação de penetração completa, bem até ao fundo a preencher, juntamente com a pressão dos estículos no períneo, é assim qualquer coisa doutro mundo!! :)))))))))))))))))))
beijos, querida!

mitro disse...

por acaso tenho esta fantasia...

André Rebelo disse...

Muito bom. Adorei princilpalmente a forma simples como escreves sem deixar de ser explicito tudo o que te vai na alma, de tal forma que confesso ter sentido uma tesão enorme enquanto me deliciava com os teus relatos. Faltam mulheres com tu, neste país de brandos costumes.

Um beijo e continua...

P.S. Deixo-te um convite para dares uma olhadela no meu.
orgiacerebral.blogspot.com