???

quinta-feira, novembro 02, 2006

Quis pôr-me perfeita para ti.

Tomei um longo banho de imersão, revigorante e perfumado, deixando-me a pele fresca e sedosa como sei que gostas. Vesti um babydoll de cetim, muito curtinho e esperei que chegasses faminto do meu corpo e sedento da minha boca.

Chegado a casa, largaste todo o teu material de trabalho no hall e subiste as escadas depressa mas com cuidado, entrando no nosso quarto arfando, encostando a porta atrás de ti, para não acordarmos as crianças. Vi no teu rosto a ânsia de me abraçar e ajoelhei-me na cama para responder ao abraço forte com que me prendeste nos teus braços, beijando-me com paixão.

Nesse momento deves ter-te apercebido que a TV estava ligada o que não era nada habitual. Eu tinha posto um dos DVDs safados que comprei na véspera do meu aniversário e estava a vê-lo descontraidamente enquanto te esperava.

Instintivamente, deslizaste uma das tuas mãos em direcção à minha ratinha, confirmando o tesão que me adivinhaste no olhar e na boca, que te voltou a devorar com um longo e suculento beijo apaixonado. Quando as nossas bocas se separaram, lambeste os teus dedos, provando o meu sabor.

- Hummm…. Estás deliciosa, minha gata…

Ajudei-te a despir e tu ajoelhaste-te à minha frente, contornando as minhas curvas com as mãos, o que me deixou mais excitada ainda.

Levantei-me, colocando a minha rata em frente à tua boca e não te fizeste rogado. Agarraste-me as nádegas com força, invadindo a minha intimidade com delicadeza, lambendo-me a pele excitada e pulsante, ansiando por se vir. Senti como a tua língua me lambia devagar e certeiramente, deixando-me as pernas bamboleantes e sem forças, quando explodi num orgasmo intenso, que te deixou a cara toda lambuzada e me fez ajoelhar à tua frente novamente. O meu corpo ainda estremecia e sentia a ratinha inchada e sensível, mas procurei-te o pau grande e tesudo que manipulei devagar, sentindo-o pulsar na minha mão.

Não me deixaste que te lambesse, que te fizesse um broche longo, apenas me permitindo uns beijinhos na glande e uma chupadela apertada, o suficiente para ficar com o teu sabor na boca.

Ajudaste-me a levantar da cama e puxaste-me para o chão. Encostaste-me à parede e beijaste-me a pele suavemente excitando-me os sentidos e fazendo-me empinar o rabinho para trás, desejando ser penetrada fortemente pelo teu mastro duro que me acariciava as nádegas.

Leste-me o pensamento e fizeste-me soltar um grito quando entraste em mim, de uma vez só, aproveitando o mel que tinhas feito jorrar de mim, com a tua boca. E fodeste-me apaixonadamente, beijando-me o pescoço e prendendo-me as mãos contra a parede, dominando-me por completo. Conseguíamos ver-nos reflectidos no espelho, as tuas ancas a investirem contra o meu rabinho e o teu pau a entrar e sair de mim, num vaivém excitante que nos fez vir aos dois quase em simultâneo, prolongando o meu orgasmo por minutos infinitos, quase me fazendo perder a noção espacio-temporal, tal o abandono que experimentei.

Quando te senti jorrar forte dentro da nossa ratinha, abraçaste-me carinhosamente e assim ficamos, de pé, olhando-nos ao espelho e vendo o lindo casal que formamos…

Ao sair de dentro de mim, Felino, os nossos fluidos escorreram pelas minhas pernas, obrigando-me a correr para a casa de banho.

Quando voltei para a cama tu estavas deitado com os braços abertos, acolhendo-me num abraço meigo que durou a noite toda…

Amo-te!!!

13 comentários:

Anónimo disse...

Ui... que caliente!!!!
Nada como uma boa mulher fresquinha para ser lambida e saboreada em todo o seu esplendor. Sortudo o felino de ter uma gata como tu, sua boazona... Ai, ai, que quem te chupava era eu, sua tesuda safada.
Quando quiserem alguém para uma ménage, contem comigo.
RAP

Anónimo disse...

és mesmo danada para a brincadeira.
Um grande beijo ao casal mais sexy e apaixonado da blogosfera deste vosso admirador.

Sonar disse...

Um hino ao erotismo e sensualidade.

Sou só Pedro disse...

Sempre aquelas máquinas... esse Felino não pára... o próximo passo é atacar-te mesmo sem poisar o material de trabalho!!

Kiss

Anónimo disse...

UAU, o meu modelo de mulher ideal está de volta.

Bem vinda, tinha saudades tuas.

Beijoca

Anónimo disse...

ès uma treta...afinal és um homem. Enganas tudo e todos, limita-te a sonhar com homens, bate umas punhetas e esporra tudo lá por casa. ès um infeliz e um porco...imundo e sebento.

Confuncio disse...

Oh, como eu estou! Isto é indecente!

Anónimo disse...

É Lindo....... Qd se assume desta maneira a Sexualidade e o sexo puro e duro.....
A ser verdade???? Quantos casais vos invejam....

Anónimo disse...

Felizes das mulheres, k que têm maridos a kem nao lhes repele fazerem sexo oral....!
É o k eu já te tenho dito, Felina, és uma mulher sortuda! Já viste o k é saberes e partilhares essas sensações todas? Acredita, vivo- mal por "desconhecer coisas", desde k começei a ler o teu blogue!

Um grande abraço

Lucrécia disse...

Linda a forma como tu escreves.

Anónimo disse...

Obrigado Felina! espero k acordes muitas mulheres pa vida neste país!

Ricardo M. N. disse...

Tenho que confirmar uma coisa: Você escreve e o leitor a sente. Parabéns.
Vi-a no Herman SIC e fiquei curioso de ler o seu blog.

Anónimo disse...

Sim senhor muito bem explicito esse boca doce (gosto de lhe chamar assim) é uma das sensaçoes orgasmiscas estrondosas só de pensar... Hmmm... pois.

beijoooooos



Isabel Maria