???

sexta-feira, abril 21, 2006

Adília Lopes


Já ouviram falar dela?
Já foi muito falada, ainda eu era meio adolescente, meio mulher feita, e confesso que na altura me deixou com o apetite aguçado, pela ousadia dos versos dos seus poemas...
Isto em 1991... Vi-a num ou dois programas de televisão a declamar poemas de sua autoria, atrevidos, quase pornográficos. Com uma linguagem pura e dura.
Hoje lembrei-me dela, pois atendi o telefone a uma cliente que assim se chamava: Adília Lopes. Eu, "inocentemente" perguntei-lhe: "A poetisa?", ao que ela me respondeu simplesmente que não. Pelos vistos, não conhecia. Ainda bem.
Mas aquilo foi o ponto de partida para uma pesquisa na net. Tentei, em vão, encontrar alguns dos seus poemas mais marcantes, daqueles bem acutilantes e incisivos, que deixam de boca aberta que os lê/ouve...
Parece incrível, que, da pena de uma MULHER com a aparência discreta, como é a Adília Lopes, saiam palavras assim. Mas como eu gosto. Tenho orgulho nela, ela não me conhece nem, possivelmente, me virá a conhecer, no entanto, transbordo de simpatia e carinho por esta linda figura.
Conheçam-na, se o assunto vos interessar.
Mulher. Poetisa. Fêmea. Maravilhosa. Adília Lopes.
Ah... e GOSTA MUITO DE GATOS. Eu, como Felina que sou, sinto-me sensibilizada com isso!!!

Deixo-vos aqui um extrato de um pequeno poema dela, no entanto, isto não é nada tendo em conta a sua obra...

Deus não me deu
um namorado
deu-me
o martírio branco
de não o ter

Vi namorados
possíveis
foram bois
foram porcos
e eu palácios
e pérolas

Não me queres
nunca me quiseste
(porquê, meu Deus?)

A vida
é livro
e o livro
não é livre

Choro
chove
mas isto é
Verlaine

Ou:
um dia
tão bonito
e eu
não fornico

14 comentários:

ZUKO disse...

Uma mulher a quem a vida não sorriu e que pelos visto os homens dela não tinham fibra.

É pena... É sempre uma pena.

Mas é interessante pensar até que ponto o sofrimento não é ponto de partida para a Criação...

(E hoje que atendi um cliente de apelido Sá Leão?... )

marco disse...

bonito!!

A minha pele..o meu cheiro.. disse...

Realmente bonito...pena que ela sinta o que escreveu...eu fornico, e os dias ficam bonitos!
;-D

Bjx com cheiro da pele.

SPECTATOR disse...

é giro, a adilia é q não!
jinhos!

frog disse...

Não conhecia o poema nem a autora... mas gostei!!! Obrigado Felina por teres partilhado connosco!

Um beijo

pexeseco disse...

Boa noite ,
está na hora de comer
e o pexe tem que ir Foder.


Nao quero ser de maneira alguma ordinário mas este verso é feito de corpo e alma he...he..
Beijos

Carlos disse...

Fragmentos…..

Aqui deixo uns fragmentos, aguardando colaboração para os complementar e completar.

Considero que a tua opinião, a tua vivência é importante, por isso o desafio.

Aceita-o …..

As relações amorosas têm muitas versões

Coisas de Mulher disse...

MARAVILHA DE TEXTO....
NÃO CONHECIA E ADOREI!!!
ESTAMOS PEDINDO PERMISSÃO PARA LINKAR O SEU BLOG COM O "COISAS DE MULHER"
Podemos?

ÍntimoSedutor disse...

Realmente querida, mesmo não conhecendo a poetiza que falas, eu adorei o texto, lindo mesmo...
Quanto a teus outros posts, tenho a dizer que fico sempre gemendo e gozando mentalmente a cada vez que tenho o prazer de ler cada um....
beijos...

Cicuta disse...

não conhecia mas ainda bem que ma apresentaste e ainda por cima uma amante de gatos! Beijo doce

zeze disse...

Opps!!! Essa do fornicar...não gosto muito da palavra, mas como era para rimar...Vamos a isso! Beijoka

Viciados no Sexo disse...

FOrnicar, uma palvra chique, para que não choque!! E pq não Fod**!! :)
Abrunhosa já dizia "..talvez...!!"

Anónimo disse...

Vão-se.FFFooo.....

Anónimo disse...

Here are some links that I believe will be interested